16.10.13

Prólogo

Espaço-tempo: a fronteira final.
Essas são as viagens da nave mercante Kashmir.
Sua missão: explorar mundos distantes e isolados; encontrar novos produtos e territórios comerciais; audaciosamente ir aonde nenhum mercador estelar jamais esteve!

Antes iniciar qualquer viagem interestelar, primeiro é necessário formar uma boa tripulação para cuidar dos afazeres dentro da nave. Naquela época, era muito difícil encontrar gente qualificada e de confiança. E o comandante Mitz sabia muito bem disso. Não foi a toa, portanto, que ele fez uso de seus antigos contatos, cuidadosamente anotados em seu caderninho preto. Contatos estes que ele sabiamente preferia deixar fora do alcance de qualquer computador. Mas estava tão difícil encontrar gente suficientemente disposta a se arriscar naquele tipo de missão maluca e pela recompensa que oferecia, que ele teve que apelar para a Rede Galática de Computadores Quânticos. Mesmo sabendo que teria de aturar as piadas dos colegas do bar que frequentava, ele chegou até ao ponto de colocar um anúncio onwave:

URGENTE! Precisa-se de tripulação para nave mercante:
  • 1 Piloto experiente;
  • 1 Médico(a) qualificado;
  • 1 Engenheiro(a) (para cuidar de propulsores de dobra espacial);
  • 1 Cientista (preferencialmente Planetólogo);
  • 1 Navegador(a) Espacial;
  • 1 Monitor(a) (para sensores e comunicações);
  • 1 Oficial de Segurança.
Só as estrelas sabem se alguém algum dia responderá a tal anúncio tão específico. Somadas a ansiedade do comandante e a natureza decadente dos negócios, é de se esperar que ele aceite até um Biólogo no lugar do Médico ou mesmo um Astrofísico no lugar do Navegador...